Arquivo da tag: Airbnb

Mais uma vez em Byron Bay e chegando em Queensland

O post de hoje é bem curtinho 🙂

Saindo de Nambucca sentido Byron Bay passamos por Coffs Harbour, a cidade da banana gigante!

Nesse lugar tem um parque pra criançada, lojinha com um monte de bugigangas e restaurante

Nesse lugar tem um parque pra criançada, lojinha com um monte de bugigangas e restaurante

Passamos a noite em Byron no mesmo backpacker de antes mas agora num dormitório com dois beliches (veja a review do backpacker aqui). Demos sorte! Bem no dia que estivemos por lá era dia da feirinha do mês 😀 Em Byron visitamos o Farol e a praia principal.

Mais sobre Byron e as fotos do Farol aqui.

_DSC0258 _DSC0260

A próxima parada foi em Tweed Heads que é onde fica a divisa dos estados de New South Wales e Queensland. Olha essa vista maravilhosa!

_DSC0275

Olha Gold Coast lá atrás

_DSC0265

O clichê dos dois lugares ao mesmo tempo :P

O clichê dos dois lugares ao mesmo tempo 😛

Passamos direto por Gold Coast e Brisbane, pois iríamos passar algumas noites por lá na volta, e seguimos direto pra Sunshine Coast. Fizemos um passeio pelas redondezas antes de irmos para a casa onde ficaríamos hospedados, a qual foi a que tivemos a melhor experiência de todas com o Airbnb. A casa era maravilhosa, pena que foi só por uma noite :/ Era uma casa de hóspedes no mesmo terreno da casa principal, com acesso a área da piscina, churrasqueira e jardim.

DSCN2842

Parada pra uma manga e um mergulho

Cidade: Sunshine Coast

Tipo de acomodação: Airbnb – casa inteira com um quarto com cama de casal e um sofá-cama na sala. Clique aqui para ver o anúncio dessa casa e conferir os valores atualizados.

Valor: Uma noite para 4 pessoas – $100 ($25 por pessoa)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Viu! Disse que seria curtinho? hehehe mas relaxa que o próximo sai logo logo, nele vou mostrar um paraíso chamado Noosa!

Obrigada pela visita pessoal 😀

M.

Museu de Motocicletas, Almoço na praia e Cacatuas

The National Motorcycle Museum

Saindo de Port Stephens no caminho para Nambucca, passamos pela cidade de Nabiac onde fica o Museu Nacional de Motocicletas que é super interessante e enooorrmeee. O museu tem a maior coleção de motocicletas clássicas e antigas da Austrália, são aproximadamente 800 delas! As motos e acessórios são separadas em seções como: motos de corrida, modelos dos anos 20/30, motocross e esportivas, japonesas, americanas, britânicas e etc. Passamos umas três horas lá dentro olhando tudo que tínhamos direito. Um paraíso para os amantes de motos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quanto:

  • Adultos – $15
  • Crianças ate 14 anos – $5
  • Estudantes de 14 a 17 anos – $10
  • Passe Família (pais + crianças menores de 17 anos) – $35

Para outros passes, valores e informações atualizadas visite o site: http://nationalmotorcyclemuseum.com.au/

Quando: 9h às 16h, abre todos os dias (exceto no Natal)

Onde: 33 Clarkson Street, Nabiac NSW 2312

O que mais tem lá: Estacionamento grátis e lojinha estão disponíveis no local.

***

Saindo do museu já estava quase na hora do almoço então começamos a procurar um lugar com uma vista bonita pra apreciar enquanto comíamos. E achamos! 😀

_DSC0126 _DSC0130 _DSC0141 _DSC0143DSCN2522

Esse farol foi em algum lugar no meio do caminho 😛

Esse farol foi em outro lugar no meio do caminho :P_DSC0149

***

Nambucca Heads

Quando chegamos em Nambucca já era fim de tarde, resolvemos dar uma olhada nos arredores antes de anoitecer pois no outro dia partiríamos cedo rumo a Byron Bay então visitamos uma praia próxima a casa onde iríamos nos hospedar e tivemos o prazer de ver muitas cacatuas negras pousando nas árvores e fazendo muita bagunça antes do sol ir embora completamente.

_DSC0173 _DSC0167 _DSC0165_DSC0183 _DSC0212

***

Acomodação

Mais uma vez nossa noite foi em uma casa locada através do Airbnb mas dessa vez alugamos a casa toda e não só um quarto dentro da casa principal. Na verdade era um sobrado em que a parte de baixo (que parece ter sido uma garagem/sala comercial) foi adaptada. Apesar de simples a casa era tão aconchegante e confortável quanto a anterior, com dois quartos, uma sala bem grande, cozinha e banheiro a casa supriu todas as nossas necessidades. Dessa vez vimos o casal de anfitriões só na hora de pegar a chave e entregá-la novamente quando fomos embora no outro dia, mas também havia panfletos e informações da cidade disponíveis na casa.

Cidade: Nambucca Heads

Tipo de acomodação: Airbnb – casa toda com dois quartos. Clique aqui para ver o anúncio dessa casa e conferir os valores atualizados.

Valor: Uma noite para 4 pessoas – $66 ($16.50 por pessoa)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Obrigada pela visita pessoal 😀

M.

Nadando com Tubarões & Arraias em Port Stephens

Olá pessoal! Quanto tempo não? hehe pois é, estou bem atrasada com os posts por aqui mas tenho muita coisa pra mostrar e finalmente consegui preparar os primeiros vídeos e fotos da nossa viagem de verão 2014/15 em que percorremos aproximadamente 3700km em 16 dias. Saímos de Sydney com destino a Great Barrier Reef em Quensland. Como não daria tempo de ir ate Cairns, que é o destino mais famoso pra ver a barreira de corais, pesquisamos qual seria o local mais próximo à Sydney em que poderíamos ver os corais e encontramos a Cidade de 1770 (que não tem esse nome por acaso, vou contar a história em outro post).

Durante essa viagem tivemos varias experiências diferentes e interessantes, tanto de atividades como de acomodação. Dormimos em hotel, backpacker, centro esportivo, experimentamos a plataforma Airbnb (vai ter um post só sobre esse tipo de acomodação), teve acampamento em caravan park, em ilha e em montanha. Além dessa viagem visitamos outros lugares aqui por perto de Sydney que são incríveis também e estão na fila pra aparecer aqui. Enfim, teve muita coisa legal e eu quero finalmente poder mostrar tudo pra vocês. 🙂

Nossa viagem começou com a chegada dos pais do Dani aqui na Austrália, literalmente pegamos a estrada no dia seguinte. Fizemos um roteiro com as atividades que queríamos fazer e com as acomodações pré determinadas mas parávamos toda vez que víamos algo interessante no mapa ou nas placas.

Irukandji Shark and Ray Encounters

A primeira parada foi no Irukandji Shark and Ray Encounters (antigo Shark and Ray Centre – quando fomos ainda era esse nome) que fica em Port Stephens – NSW. É uma espécie de aquário interativo onde você pode entrar nas piscinas junto com os tubarões e arraias podendo tocar e alimentar os animais, a propaganda diz que esse é o único lugar do mundo que você pode alimentar esses tipos de animais estando dentro do tanque junto com eles. O centro conta com 17 espécies diferentes de tubarões e arraias (contando com todos os animais são 38 espécies), sendo o tubarão Port Jackson e as arraias Eastern Fiddler e Stingarees as mais comuns. A maioria são animais resgatados que não conseguiram se adaptar a natureza. As piscinas são bem cuidadas e simples, são praticamente tanques d’agua sem muito enfeite pra turista ver, são pensadas para agradar aos animais. Todos parecem saudáveis e interagem bem com os visitantes. A água das piscinas maiores batem na cintura (de um adulto médio, não na minha hahaha) e as piscinas menores são mais rasas. Crianças de qualquer idade podem visitar o local, ate mesmo bebês.

A arraia gigante que aparece “estapeando minha cara” no vídeo eh uma Black Stingray e ela pesa mais de 300kg. Nesse tanque o guia induz a arraia (com petiscos) a passar pela fila de visitantes para que possam tocá-la e também para ela dar “tapa” na cara de quem o quiser. Havia também um tubarão Tawny Terrain de quase 3 metros de comprimento, esse ficava separado do publico por uma rede dentro da piscina mas com a instrução do guia era possível tocar o animal algumas vezes. De tempo em tempo os funcionários fazem apresentações de fatos e curiosidades sobre os animais, com exceção da apresentação da arraia gigante em que ela interage com as pessoas em troca de petiscos, todas as apresentações são somente faladas (sem exploração dos bichos). A sensação de tocar esses animais é indescritível, sendo as arraias super macias e lisas, algumas espécies de tubarões são lisos e outros tem pele bem grossa e áspera.

Existem também outros taques menores com outras espécies marinhas como enguias, cavalos-marinhos e outros peixes, tanques com os tubarões e arraias jovens que ainda não estão tão acostumados com humanos e uma piscina menor e rasa onde você pode sentar e deixar as arraias “subirem” no seu colo para serem acariciadas.

_DSC0002

Quanto:

  • Adultos – $29.50
  • Crianças – $19.50
  • Passe Família (2 adultos + 2 crianças) – $95

Para entrar de fato nas piscinas são cobrados $15 adicionais que incluem o aluguel da roupa de mergulho ou de um macacão que veste por cima da roupa mesmo e te mantém seco (e chato haha).

Para outros passes, valores e informações atualizadas visite o site: http://www.sharkencounters.com.au/buy-tickets.html.

Quando: 9h ás 17h, abre todos os dias (exceto no Natal)

Onde: 686 Marsh Rd Bobs Farm NSW 2316

O que mais tem lá: Estacionamento grátis, lojinha e lanches estão disponíveis no local.

***

Port Stephens

A cidade de Port Stephens é repleta de atividades interessantes e paisagens naturais maravilhosas. Com uma reserva marinha gigantesca onde você pode ver muitos golfinhos e baleias na época de migração, nadar, surfar, praticar snorkelling, mergulhar, andar de caiaque/Stand up paddle/barcos, praticar esportes radicais ou simplesmente relaxar na areia. Além das atividades marinhas é possível também voar de paraglider, andar de quadriciclo, camelo ou cavalo pelas areias das praias. A cidade também abriga dunas de areia magnificas onde é possível fazer sandboarding e algumas praias que só tem acesso com veículos 4×4. Além de tudo isso Port Stephens preserva a cultura aborígene em áreas protegidas mas que podem ser visitadas. No parque nacional Tomaree existem varias trilhas para fazer a pé ou de bicicleta que sempre acabam em mirantes com vistas sensacionais ou em praias lindas. Para mais informações sobre a cidade, acomodação, atividades, preços e contatos visite o site  http://www.portstephens.org.au/.

Uma parte das dunas

Ronaldo, Clélia, Dani e uma parte das dunas ao fundo

_DSC0022

Trilha no Tomaree Park

_DSC0028

Tomaree Head

Vista a partir do Tomaree Head

***

Acomodação

Nossa primeira noite foi numa casa que alugamos através do Airbnb. Falarei em mais detalhes sobre a plataforma mas uma explicação rápida seria que qualquer pessoa pode alugar um quarto ou até mesmo a casa inteira por no mínimo uma noite. São muitas vantagens, por exemplo, sai mais barato que hotel se você estiver em grupo, você tem o conforto e aconchego de uma casa e de quebra conhece um pouco mais da cultura local já que a maioria dos anfitriões gosta de interagir com os convidados. Essa casa que ficamos era super confortável, linda, bem decorada e com uma anfitriã super simpática e tagarela haha. Melena eh uma professora descendente de italianos que falava pelos cotovelos mas fez de tudo para nos sentirmos a vontade, disponibilizou vários encartes, mapas e guias da cidade e também nos falou sobre o local (apesar de já conhecermos a cidade informação nunca eh demais né). Quando acordamos no dia seguinte ela tinha preparado uma mesa linda de café-da-manhã pra nós, isso não estava incluso no valor que pagamos, ela fez de bom grado. 😀

Cidade: Nelson Bay, Port Stephens

Tipo de acomodação: Airbnb – um quarto com duas camas de casal. Clique aqui para ver o anúncio dessa casa e conferir os valores atualizados.

Valor: Uma noite para 4 pessoas – $150 ($37.50 por pessoa)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Isso é tudo por hoje, ate o próximo post, que não vai demorar muito dessa vez, prometo! haha

Obrigada pela visita pessoal 😀

M.

%d blogueiros gostam disto: